Roteiro Estrada do Imigrante - Galópolis

Berço da atividade têxtil

Forçados a sair da Itália em razão de movimento grevista dissolvido à força pelo Estado, trabalhadores da região de Schio chegaram ao Brasil em 1892. Um grupo veio para Caxias do Sul, em área que ganhou a denominação de “Profondo” (abismo), hoje identificada legalmente como Região Administrativa de Galópolis. Como tecelões deram origem à atividade na cidade, criando uma cooperativa em 1898, depois transformada em empresa. Voltou a ser cooperativa e, atualmente, é uma das mais representativas do setor no Brasil. A história da indústria têxtil e da comunidade é resgatada no Museu do Instituto Hércules Galló, que homenageia o empresário que saiu de Piemonte e transformou a pequena vila de operários em um sólido núcleo da indústria têxtil no início do século XX.
Além da área têxtil, a economia do local se sustenta na produção de uvas e elaboração de vinhos. A natureza se destaca por meio de grutas e cascatas. Antigos casarios são locais de visitação obrigatória. A localidade tem hoje em torno de 6,8 mil moradores, dos quais 900 na terceira idade. Os habitantes orgulham-se da atmosfera tipicamente interiorana da localidade, mesmo distante pouco mais de 10 quilômetros do Centro da cidade. A praça central é a principal representação desta condição.

Voltar