As grandes atrações do 10º MDBF

 

A 10ª Edição do Mississipi Delta Blues Festiva vai celebrar a sua trajetória, trazendo alguns dos shows que ficaram marcados como Big Gelson, Taryn, J.J. Gelson. Este ano o Festival destaca  estilo Britânico do Blues  e traz principais atrações Ian Siegal, Cris Jagger e Bex Marshell.

O estilo britânico ao festival surgiu reconhecendo a história do Blues em meados ano 60 na Inglaterra. Naquele período o blues tinha ficado esquecido não tinha maiores importância, a Inglaterra levou os Bluesman para lá e surgiu o Revival do Blues que contribui com o ressurgimento do Blues e com ele grandes bandas de sucesso mundial. Este fato esta relatado em um dos filmes da série The Blues de Matin Scorsese – cineastas mais importantes do nosso século, que transformou seu sentimento de paixão pelo Blues em uma série de sete documentários.

O Revival contribui com ressurgimento do Blues na Inglaterra, comportamento semelhante teve o MDBF aqui, ressurgimento blues não só RS, mas Brasil e própria América.

Conheças as principais atrações do 10º Mississippi Delta Blues Festival:

 

 Ian Siegal

Cantor, compositor e guitarrista inglês com uma dúzia de álbuns lançados, Ian Siegal é um artista com firmes raízes no Blues e na chamada música Americana. Sua banda venceu o primeiro British Blues Awards da história e desde então vem colecionando títulos nesse que é o maior prêmio de Blues britânico, com um reconhecimento que alcançou também as mais importantes publicações do gênero.

Chris Jagger

Irmão mais novo do vocalista dos Rolling Stones, Mick Jagger, Chris também seguiu a carreira musical. Cantor, compositor e produtor ele já atua há décadas, durante as quais lançou 11 álbuns. Além do Blues suas influências incluem também cajun, zydeco, folk, country e, claro, o rock n'roll.

Deitra Farr

Aclamada na Europa e nos Estados Unidos, a emblemática cantora do Sul de Chicago tem como sua grande influência a diva Big Mama Thornton. Estrela cativa do Chicago Blues Festival e integrante do Chicago Blues Hall of Fame, Deitra coleciona prêmios como o Koko Taylor Queen of the Blues Award 2017 e muitos outros. Uma artista múltipla que além de cantora, compositora e pintora, também é formada em jornalismo pela Columbia College e colunista da revista Living Blues.

Bob Stroger

Lendário baixista de Chicago que fez parte da banda de Muddy Waters, Bob já é uma entidade no MDBF. Convidado vitalício e embaixador do Festival, ele volta novamente a Caxias do Sul para mais uma vez encher os olhos do público com toda sua graça, carisma e a experiência que somente décadas de relacionamento íntimo com o Blues podem proporcionar.

Anthony "Big A" Sherrod

Apesar de também tocar contrabaixo, bateria e teclado, a guitarra é o principal instrumento de Anthony Sherrod. Pupilo de um dos grandes mestres do Blues da região do Mississippi, "Mr. Johnnie" Billington, ele aparece ao lado de Alvin Youngblood Hart no documentário Last of the Mississippi Jukes, e também no filme We Juke Up In Here. Um artista empolgante que explora muito sua liberdade em cima do palco.

Andrea Dawson

Cresceu seguindo a receita das grandes divas do gênero: soltando a voz no coral da igreja batista local. Logo cedo se destacou e acabou mudando para Austin, capital musical do sul dos EUA, onde ganhou reconhecimento como cantora de Blues, Gospel e Jazz. Já cantou pela Europa, Japão, Australia e muitos outros países e, além de seu trabalho solo, também lidera a At Last Band, banda tributo à lendária Etta James.

J.J. Jackson

Este grande crooner que além de uma voz maravilhosa também possui um magnetismo que hipnotiza seu público já é um velho conhecido dos frequentadores do MDBF. J.J. já tem duas passagens pelo Festival, inclusive na primeira edição. Nascido no Brooklyn, NY, e radicado no Brasil, tem a experiência e atenção aos detalhes que garante que cada apresentação sua seja única e inesquecível.

Bex Marsha

Essa cantora, compositora e guitarrista inglesa é mais uma que caiu nas graças do público do MDBF. Bex traz no seu sangue a tradição do Blues Rock britânico, que fica explícita no palco durante suas performances incendiárias. Junte a tudo isso um carisma ímpar e quem ainda não viu já pode imaginar o que vem pela frente quando essa talentosíssima artista sobe ao palco.

Blue Etílicos

A maior banda de Blues do Brasil volta mais uma vez ao MDBF para mostrar a sua mistura única do Blues com o swing dos ritmos brasileiros. Com gás renovado e nova formação, os rapazes garantem que estão cheios de vontade de tocar no Festival.

Taryn

Essa cantora e performer espetacular que encantou a platéia do MDBF 2014 está de volta. Dona de diversos talentos que vão muito além do palco, ela traz no sangue a força de cinco gerações de músicos na família. Há mais de uma década vem se aprofundando na tradição do jazz e do Blues, e promete mais apresentações inesquecíveis para este ano.

Big Gilson

Guitarrista da pioneira Big Allanbik com mais de 30 anos de estrada, Gilson sempre impressiona com suas performances. Vem no embalo do seu décimo terceiro álbum: XXX, lançado pelo selo Mississippi Delta Blues Records. Um prato cheio pra quem gosta de Blues envenenado e volume alto.

Bia Marchese

Paulistana de voz premiada, começou sua trajetória musical ainda na infância influenciada pela mãe, também cantora, interpretando grandes nomes da soul music. Mais recentemente teve seu talento reconhecido ao receber convites para cantar ao lado de grandes nomes como o organista Deacon Jones e Carlise Guy, filha do lendário Buddy Guy. Reconhecimento esse que não se limitou à cena nacional, mas também repercutiu em grandes publicações do gênero como a Blues Blast Magazine.

Jes Condado

Influenciada por Ruth Brown, Etta James, Aretha Franklin, Sharon Jones e Nina Simone, essa cantora e guitrrista argentina de Mendoza radicada no Brasil desde 2015 traz ao MDBF os show do seu segundo álbum: Natural, seu primeiro totalmente autoral e que apresenta uma música moderna com reminescências dos anos 60 e 70.

Charles Master

Vocalista de uma das maiores bandas de rock gaúcho de todos os tempos, a TNT, Charles Master é o compositor de clássicos inesquecíveis, como Entra Nessa, Cachorro Louco, Ana Banana, Não sei, Irmã do Dr. Robert, Gata Maluca, Oh Deby entre outros. Sua carreira solo iniciou em 2001 quando gravou o CD Charles Master pela gravadora Som Livre. Em 2008 lançou seu segundo CD solo denominado Ninguém é Perfeito com nove canções inéditas e duas regravações.

Voltar
Compartilhar: