11/12/2017

Coletivo de artistas caxienses lança videoclipe em defesa da arte e da cultura

                                  

         O grupo Cachinhos do Sul compôs "Música Boa Para Acordar" em protesto ao corte de verbas da principal lei de fomento à cultura municipal.

         Caxias do Sul tem vivido um ano de muitas polêmicas na área da cultura. Desde o início do ano houve cortes de verbas e cancelamentos de tradicionais manifestações culturais como o Carnaval, o Rodeio, a Festa Nacional da Uva, e mais recentemente a redução de 70% dos recursos do principal fundo de fomento à cultura da cidade, o Financiarte. Motivados pelas manifestações de que a cultura não é prioridade para a atual gestão municipal e pelas polêmicas do constante corte de verbas pela Prefeitura, um grupo de artistas se uniu para lançar um videoclipe de protesto e conscientização para a importância da arte na vida de cada pessoa e da comunidade como um todo. O coletivo Cachinhos do Sul apresenta o clipe de “Música Boa Para Acordar”, feito em stop motion, com ilustrações de Douglas Trancoso (que também criou a letra e gravou voz e bambulelê) e Giovana Mazzochi. O vídeo, que teve finalização de Samuca Bovo, pode ser visualizado neste link: https://www.youtube.com/watch?v=CBJ8S4kUGlk

Texto descritivo do clipe, redigido pelo coletivo:

          Uma brisa de esperança e de conscientização das autoridades com relação aos seus serviços para com os cidadãos. Para que nos ouçam e nos representem. Já que são servidores públicos e devem priorizar por uma sociedade sólida, evoluída, feliz, inteligente, que caminha sempre em frente e tem por estrada o respeito pela diversidade e a harmonia entre todos que nela vivem e todos que estão dispostos a fazer de Caxias do Sul (e da sua cidade também), uma cidade de solo fértil para o intelecto, o criativo, o movimento, o novo, o orgânico, o afetivo, o acolher, o aprimorar conhecimento de vida, de mundo, de dias! Estamos nos manifestando da forma como sabemos nos comunicar. Vem com a gente. A TODOS AQUELES QUE JÁ PASSARAM POR ESSE CHÃO. AOS QUE AQUI ESTÃO. E A TODOS OS QUE VIRÃO. #aartevempradespertar
 

FICHA TÉCNICA


Douglas Trancoso - composição, letra, voz e bambulelê
Carlos Balbinot - produção musical, violão, baixo e bateria
Rafael De Boni - acordeon
Coro - Jânio Nunes, Márcia Luz, Giovana Mazzochi, Cristian Beltrán, Pietro Ferretti, Daniel Ferretti, Robison Boeira, Adolfo Kaiser, Vera Seco e Lucimara Cassiano.
Gravado na Noise Produtora de Áudio (Caxias do Sul-RS)
Ilustrações e stop motion - Gio e Doug
Finalização - Samuel Bovo
Homenagens no refrão:
Livro: Daytripper de Fábio Moon e Gabriel Bá, Editora VERTIGO Panini Books
Livro: O Bicho alfabeto - Ilustrado por Ziraldo com poemas de Paulo Leminski, Editora Companhia das Letrinhas
Livro: Mário Quintana - Antologia Poética. Editora L&PM
Livro: AS CORES - Adèle Ciboul - Ilustrações de Andrée Prigent, Étienne Buterlin, Sandrine Lefebvre
 

Letra:


A ARTE VEM PRA DESPERTAR
CACHINHOS DO SUL - coletivo de arte

Talvez na sua cidade também
Escolheram o político bonitão
Que tem penteado estiloso
E se esconde em sua mansão

Mas ele não lembra
Do valor de uma canção
De uma peça de teatro
Ou da nossa educação 

Essa história de guerra contra a cultura não tem mais lugar
A ARTE VEM PRA DESPERTAR
A Arte está em todo lugar

Homens de terno e sem coração
Decidem conforme os cifrões
É certo que morrem de medo
Do poder dos seus poucos milhões

Nós vamos lembrá-los
Do valor de uma canção
De uma peça de teatro
Ou da nossa educação

Essa história de guerra contra a cultura não tem mais lugar
A ARTE VEM PRA DESPERTAR
A ARTE ESTÁ EM TODO LUGAR
 


 

Voltar
Compartilhar: