07/04/2018

'Ler para Ser' é o tema da 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul

 Evento deste ano trará novidades na estrutura montada na Praça Dante Alighieri

 “Ler para Ser” vai nortear as ações do maior evento literário da Serra Gaúcha, que neste ano ocorre entre os dias 29 de setembro e 14 de outubro, na Praça Dante Alighieri. A edição tem como patrona a escritora Rejane Romani Rech. A escolhida como amiga do livro foi a professora Magda Regina Corsetti Torresini.

De acordo com a diretora do Departamento do Livro e da Leitura da SMC, Maria Cristina Tiburi Pisoni, a temática reflete sobre o ser a partir da ação de ler. “O tema ressignifica nossa existência. É movimento de interação das pessoas com o mundo e delas entre si. Eu leio para me (re)conhecer, para fortalecer meu senso crítico. E você, lê por quê? Essa é a questão que pretendemos trazer para reflexão junto à comunidade”, contextualiza.

Além do tema, outras novidades também foram apresentadas. A estrutura montada para receber a Feira do Livro, na Praça Dante Alighieri, terá um novo conceito de ocupação, com o intuito de valorizar o patrimônio histórico e potencializar as características do espaço. O projeto foi elaborado por arquitetos da Secretaria Municipal do Planejamento (Seplan). A redistribuição das 45 bancas entre as laterais e o centro da praça oferecerá uma circulação mais arejada, com a possibilidade de criação de um espaço de convivência junto ao café da feira, que volta a ocupar o coração da praça. O chafariz também será integrado ao projeto, permanecendo aparente.

Também haverá espaços de leitura, onde dois lounges serão criados junto aos bustos de Dante Alighieri e Júlio de Castilhos, na praça, para serem utilizados para ler. Nessa edição as bancas de temática infantojuvenil ocuparão a alameda da rua Marquês do Herval. Pela primeira vez, esse trecho da praça fará parte do evento. Outros atrativos, como as áreas do Sesc e do Sesi, integram o espaço às margens da rua Sinimbu. Além do palco central, a Feira contará também com um palco no espaço infantojuvenil para apresentações temáticas. A avenida Júlio de Castilhos será parcialmente fechada entre as ruas Marquês do Herval e Dr. Montaury para receber os ônibus de escolas.

Outra novidade: toda a área de circulação da Feira do Livro será coberta. Túneis farão a ligação entre as alamedas, desde o desembarque dos ônibus. Uma estrutura também será instalada entre a praça e a Casa da Cultura para favorecer o deslocamento até as atividades que acontecem no prédio, o que trará conforto nos dias de chuva. Neste ano, a rua Dr. Montaury não será fechada, mas fiscais da Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) darão suporte no ponto aos pedestres.

Patrona e amiga do livro

Eleita por unanimidade como patrona para esta edição, Rejane Romani Rech agradeceu o convite, que para ela culmina com o tempo que passou em busca das palavras certas e com seu amadurecimento pessoal. “Fiquei muito feliz com o tema ‘Ler para Ser’, porque muito antes de eu ser escritora, sou leitora, e a leitura nos transforma”, afirmou. Já Magda Regina Corsetti Torresini disse estar feliz por repassar conhecimento e ser reconhecida como amiga do livro. “Também sou amiga da letra e da palavra. Eu não posso ver letra que preciso saber o que está escrito. Sou apaixonada”, completa.

Patrona

Rejane Romani Rech nasceu em 24 de fevereiro de 1957 e reside em Caxias do Sul. Formou-se em Letras (Português-Inglês) e respectivas literaturas pela Universidade de Caxias do Sul (UCS). É autora de seis livros: “Amor de Estudante”, “Antes Que Seja Tarde”, “Sê Como o Sândalo”, “Mulheres e Destinos”, “Sutilezas e outras crônicas diminutas” e “Quase Autobiografia”. Recebeu vários prêmios literários e seus livros já foram adotados e analisados nos ensinos fundamental, médio e superior.

Amiga do livro

Magda Regina Corsetti Torresini, 72 anos, é formada em Letras pela Universidade de Caxias do Sul (Língua e Literatura Portuguesa) e Língua Francesa pela Nancy Universitè. Está no magistério há 54 anos. Lecionou durante 50 anos no Colégio São Carlos. Ainda leciona para pré-vestibular com grupos de redação. Também faz correção e orientação de monografias, teses e livros. Participa da Liga Feminina de Combate ao Câncer, onde foi presidente deliberativa. Magda também faz parte da Comissão Social da Festa da Uva 2019.

Voltar
Compartilhar: