Bocha

Herança dos primeiros imigrantes

Um jogo simples, praticado em uma superfície plana. Uma pequena bola, chamada de bolim ou butchin, é arremessada a cerca de 30 metros. Os atletas, então, procuram lançar bolas maiores com a máxima aproximação possível da menor. Essa é a bocha pontobol, considerada o primeiro esporte praticado em Caxias do Sul e algumas cidades do entorno, colonizadas por italianos.

Devido à simplicidade e pouca exigência física, a bocha é muito apreciada entre pessoas acima dos 50 anos. A maioria das comunidades do interior da cidade conta com canchas para essa prática, ao lado dos salões de festas. A integração entre os aficionados é um dos grandes benefícios dessa modalidade, que conta com inúmeros campeonatos e torneios na região.

Um exemplo do envolvimento comunitário proporcionado pela bocha está na cancha instalada no Parque Cinquentenário. Um grupo fez a reivindicação à prefeitura e conseguiu a obra e outras benfeitorias. Atualmente, há disputas todos os dias, proporcionando momentos de distração e boa convivência.

A cancha no Parque Cinquentenário é de areia. Mas existem outras superfícies, como terra, cimento e materiais sintéticos. O objetivo é permitir que as bochas rolem suavemente.

Um detalhe interessante ao final das competições realizadas pela Liga Caxiense de Bocha Pontobol é festa de entrega de premiação. Num dos salões das equipes participantes, centenas de aficionados e familiares se reúnem em alegres confraternizações. Nessas ocasiões, dezenas de troféus são entregues às melhores equipes e destaques das competições. E tudo fica melhor ainda com a tradicional culinária da região, como galetos, saladas, massas e outros quitutes.