Agenda de Eventos

Percursos e Percalços
05/10/2017

de Odilza Michelon

curadoria de Carine Turelly

colaboração de Clara Kopp

A exposição que homenageia Odilza Michelon apresenta mais de 50 obras em inúmeras linguagens criadas pela artista ao longo de sua carreira, no mês em que comemora seus 80 anos de vida. Em sua longa trajetória, desde os 20 anos, trabalhou com diferentes linguagens das artes visuais, convergindo na transgressão da imagem. Com base no desenho e na fotografia, guarda, amplia, recorta, cola, copia, colore, cria emendas, sobrepõe ou transpõe figuras que remetem a um mundo simbólico, às vezes remoto, gerando uma coleção de imagens transcendentais. Sob uma perspectiva de retrospecção, Em sua obra, Odilza torna o simples em inusitado e o complexo passível de inúmeros significados, projetando ou provocando múltiplos olhares. É perceptível sua referência em um universo imagético campeiro ou corriqueiro, mas, mais relevante são os percursos revelados na exploração dos ambientes tramados. Em suas tramas o emaranhado de linhas torna-se um fio condutor por todo seu processo.


Abertura: 10 de outubro, às 19h

Visitação: 10/10 a 05/11

Horário: 

Entrada gratuita

Foto: Ben Hur 

Odilza de Lima Michelon, natural de São Francisco de Paula, comemora no dia 31 outubro de 2017 80 anos, 60 deles dedicados à arte ininterruptamente. Mudou-se para Caxias do Sul com a família em 1953 para estudar como interna da escola de Ana Rech e do Colégio São José. Graduada na primeira turma do Curso de Pintura em 1965 e Licenciada em Desenho em 1967 pela Escola Municipal de Belas Artes de Caxias do Sul, lecionou Desenho, Geometria e Técnicas Industriais em escolas da cidade durante 30 anos nas décadas de 1970, 1980 e 1990.

É artista-sócia do Núcleo de Artes Visuais de Caxias do Sul (NAVI) desde 1991 realizando inúmeras exposições coletivas regionais e internacionais e integrando diversos projetos artísticos desenvolvidos pelo NAVI. Atualmente, se dedica à criação em xilogravuras em parceria com a artista Clara Kopp. Explora a criação de gravuras em metal com a orientação de Anico Herskovits e o impressor Marcelo Lunardi no Museu do Trabalho em Porto Alegre e, também, participa do Clube de Gravuras da Universidade de Caxias do Sul, trabalhando em litogravuras com o impressor Amaro Albuquerque e colaboração de Gelson Soares.

... Ver Telefone
Indique a um amigo:
Voltar
Compartilhar: